Entrevista com Bernardete Gatti sobre formação de professores

 

Entrevista com Bernardete Gatti sobre formação de professores

Em entrevista à Revista FAPESP, de maio de 2018, p. 25-29, Bernardete Gatti fala sobre a importância da formação de professores. Gatti é pesquisadora da Fundação Carlos Chagas e considera que os cursos de licenciatura não oferecem uma formação sólida em educação e que, em quase todas as instituições, ainda são encarados como mero apêndice do bacharelado, que formam profissionais para atuar no mercado geral. “Politicamente, essa discussão de currículo nunca foi levada muito a sério”, diz a pesquisadora.

Indagada sobre o que caracteriza a crise na formação de professores, Gatti afirma:a ideia de que o conteúdo prevalece sobre as metodologias de ensino e na dissociação dessas metodologias dos conteúdos curriculares. No Brasil, o Conselho Nacional de Educação [CNE] começou a discutir esse assunto em 2011. Em 2015, foi homologado pelo Ministério da Educação [MEC] o Parecer nº 2/2015, que analisa a situação da formação dos professores no Brasil e do desempenho do sistema educacional. O trabalho do CNE concluiu que a reformulação dos cursos de licenciatura é inevitável. Esse parecer resultou em uma resolução que deverá entrar em vigor a partir de julho deste ano propondo a base curricular nacional para a formação de professores”.

Além da formação inicial precária dos docentes, Gatti aponta como um dado chocante o fato de muitos deles não estarem atuando em áreas para as quais foram formados. “Por exemplo, encontramos um caso de um professor formado em pedagogia que dá aulas de física no ensino médio. E não dá para depreciar esse professor, afinal ele está fazendo um esforço enorme. Esse é apenas um dos vários indicativos de que faltam professores em algumas áreas do conhecimento. Dados do Inep [Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais] revelam esse desencontro entre formação e atividade profissional”.

Gatti não foi solicitada a se manifestar sobre a residência pedagógica, instituída pela CAPES neste ano. Certamente este tema fará parte de suas pesquisas.