Textos

Primeira aula da disciplina sobre felicidade

 

Primeira aula da disciplina sobre felicidade

Dia 14/08/2018 aconteceu a primeira aula da disciplina sobre felicidade, na UnB do Gama, DF. No dia seguinte, um telejornal mostrou o primeiro encontro do docente com os estudantes. As 240 vagas oferecidas foram preenchidas. Os estudantes estavam em um auditório, muito sorridentes. O professor Wander Pereira da Silva, em entrevista, mostrava-se entusiasmado. A disciplina está ganhando notoriedade.Continue a ler »Primeira aula da disciplina sobre felicidade

Circularidade de saberes em avaliação

Circularidade de saberes em avaliação

 

Tratando da circularidade de saberes dos atores envolvidos nos processos de avaliação institucional, Sordi e Ludke (2009, p. 32) nos oferecem o entendimento sobre o tema circularidade do saber, de modo geral, pontuando que não se trata da transferência de conhecimento de cima para baixo ou do centro para a periferia. As autoras reconhecem a sua potencialidade, pois a ideia de circularidade indica idas e vindas, a circulação entre duas (ou mais) fontes produtoras de saber, cada uma enriquecendo, a seu modo, a construção do conhecimento a seu respeito.

Desta formulação de Sordi e Ludke depreende-se que a circularidade de saberes é feita horizontalmente, isto é, sem a intenção de mera transmissão de conhecimento de quem sabe em direção a quem não sabe, como se houvesse apenas um detentor de saberes. Pelo contrário, democraticamente os envolvidos no processo promovem formas de difusão do que cada um conhece sobre o tema para que, em conjunto, formulem ou reformulem suas ideias e práticas. Também não é o caso de se chegar necessariamente a conclusões. Pode até ser que não se chegue a isso. O que importa é socialização de informações e conhecimentos para que todos deles se apropriem e os usem segundo suas necessidades.Continue a ler »Circularidade de saberes em avaliação