JC Notícias – 13/07/2021

Escolas brasileiras perderam 172 mil crianças em 2020, alerta Banco Mundial

Projeção aponta que número de brasileiros de 6 a 17 anos fora da escola aumentou 12%; condições precárias de acesso ao ensino remoto durante a pandemia da covid-19 contribuíram para evasão

Um relatório do Banco Mundial concluído no primeiro trimestre aponta um cenário alarmante para a educação brasileira. Ao se debruçar sobre o cenário de abandono escolar na América Latina, projeta que o número de crianças fora da escola no Brasil subiu 12% em 2020. Isso significa que 172 mil crianças e adolescentes de 6 a 17 anos pararam de estudar só no primeiro ano da pandemia, aumentando o número total de 1,3 milhão para 1,5 milhão nessa situação, de acordo com a organização multilateral.

O estudo aponta ainda que não foram só as condições econômicas, mas principalmente as acadêmicas, notadamente as especificidades do ensino remoto, as principais culpadas para o aumento do abandono das crianças das salas de aula no Brasil.

Veja o texto na íntegra: O Globo

O Globo não autoriza a reprodução do seu conteúdo na íntegra. No entanto, é possível fazer um cadastro rápido que dá direito a um determinado número de acessos.