Um terço das crianças de até 5 anos ficam mais de duas horas em telas por dia, aponta pesquisa

JC Notícias – 26/10/2023

Dados foram captados em 13 capitais pelo Ministério da Saúde e pela Fundação Maria Cecília Souto Vidigal. Estudo também mostra que 35% dos pais acham que palmadas e gritos são ‘medidas necessárias para educar’

Um terço das crianças brasileiras de até 5 anos ficam mais de duas horas em telas diariamente, segundo pesquisa realizada em 13 capitais pelo Ministério da Saúde e pela Fundação Maria Cecilia Souto Vidigal. Além disso, 35% dos pais ou outros cuidadores acreditam que dar palmadas ou gritar são “medidas necessárias para educá-las”.

O estudo faz parte do projeto Primeira Infância Para Adultos Saudáveis (Pipas) que coletou dados inéditos de crianças entre 0 e 59 meses no País em 2022 e foi divulgado nesta quarta-feira, 25, no 10º Simpósio Internacional de Desenvolvimento da Primeira Infância, em Brasília. A intenção é a de entender o desenvolvimento infantil das crianças brasileiras para nortear políticas públicas.

Veja o texto na íntegra: Estadão

O Estado de S. Paulo não autoriza a reprodução do seu conteúdo na íntegra. No entanto, é possível fazer um cadastro rápido que dá direito a um determinado número de acessos.

Observação: os resultados da pesquisa mencionada impactam o trabalho pedagógico da escola. As crianças que já possuem essas experiências desejam participar de atividades interessantes e que as envolvam em sua organização. Além disso, talvez manifestem desinteresse por atividades pedagógicas já consagradas. Trata-se de uma situação que merece reflexão por pais e professores.